Edit

Seja bem-vindo a Solus Oncologia

(32) 3512-3302

Whatsapp

(32) 3512-3309

Atendimento e Consultas

Seg. a Sex.

das 07:00 às 19:30 hrs
Sáb. das 08:00 às 13:00hrs

Como respirar de forma correta para aliviar o estresse e a ansiedade

Como respirar de forma correta para aliviar o estresse e a ansiedade

Em tempos de crise podem ser desencadeados sintomas de ansiedade e depressão. Uma das possibilidades para minimizar estes sintomas é recorrer à respiração para aliviar o estresse.

Por que é importante a respiração correta?

Respirar tem íntima ligação com o emocional assim como o estado de espírito interfere na velocidade da respiração. A respiração correta atua de duas maneiras:

Fisiológica: A ansiedade faz respirar rápido de forma rasa e, ao controlar a respiração o corpo volta ao equilíbrio.

Emocional: ao prestar atenção na respiração, a pessoa foca no momento presente e a ansiedade é minimizada.

Além de combater o estresse e a ansiedade, a respiração adequada traz outros benefícios como: estabilizar a pressão arterial, melhora a imunidade, melhor rendimento em exercícios físicos, ativa as atividades cerebrais…

A respiração diafragmática, ou respiração profunda, é a respiração que é feita contraindo o diafragma, um músculo localizado horizontalmente entre a cavidade torácica e a cavidade abdominal. O ar entra nos pulmões, o peito não sobe e a barriga se expande durante esse tipo de respiração. Essa respiração é necessária porque expande o diafragma e leva o oxigênio até o abdômen, o corpo e o cérebro.

Então, vamos aprender…
1- Coloque-se de forma confortável sentado ou deitado;
2 – Coloque a mão no abdômen (barriga) próxima ao umbigo;
3 – Feche os olhos e concentre-se em sua respiração;
4 – Respire pelo nariz e encha os pulmões de ar, leve-o até o abdômen, percebendo que ela se movimenta. Você pode imaginar que está enchendo uma bexiga que está dentro de sua barriga. Ao respirar, conte até 3 para que o pulmão e o abdômen fiquem expandidos;
5 – Solte a respiração pela boca contando até 10 esvaziando completamente o pulmão e o abdômen;

Repita dez vezes a respiração. Em função do aumento da oxigenação do cérebro a pessoa pode sentir um pouco de tontura ou enxergar “bolinhas” ao abrir os olhos. Esse sintoma desaparece rapidamente.

Observe a figura abaixo:

Se cuide! Respire!

Adriana Paes – CRP 9093
Mestre em Educação

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *