Nutrição, saúde e qualidade de vida

Já foi o tempo que acreditava-se que ter saúde era somente a ausência de doença. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o conceito de saúde é “completo bem- estar e pleno desenvolvimento das potencialidades físicas, psicoemocionais e sociais e não a mera ausência de doença ou enfermidade”. Este conceito é indissociável do conceito de qualidade de vida, que seria “a satisfação do individuo no que diz respeito à sua vida quotidiana”. Assim é importante que as pessoas estejam de bem não só com elas próprias, mas também com a vida, com as pessoas que as cercam, enfim, ter qualidade de vida é estar em harmonia com vários fatores.

Os avanços na Nutrição transformam a rotina do ato de comer em uma poderosa ferramenta para melhorar a qualidade de vida, analisando os nutrientes e como eles podem beneficiar o funcionamento do organismo de cada indivíduo.

O que caracteriza um alimento nutritivo?


A alimentação correta contribui significativamente para desenvolver uma boa saúde e qualidade de vida. Não há uma dieta ideal ou a melhor sugestão. Na nutrição, com na saúde e com o corpo humano nada é assim tão matemático. Pelo contrário, tudo é muito individualizado. Manter uma alimentação saudável é um dos requisitos necessários para melhorar a qualidade de vida. Uma dieta apropriada é aquela que é adequada, balanceada e respeita variações individuais, atingindo todas as necessidades nutricionais de um indivíduo para manutenção, reparação, processos diários, crescimento e desenvolvimento.

O alimento deve ser o principal meio de suprir nossas necessidades nutricionais. Um alimento nutritivo é aquele que tem uma boa quantidade de nutrientes e que, de modo geral, faz bem para o nosso organismo, como são os casos dos carboidratos, gorduras, proteínas, vitaminas e minerais. Nosso corpo é formado por células e nossas células precisam desses nutrientes. E o consumo desses alimentos pode ativar nosso sistema de defesa, fazendo com que o nosso organismo funcione bem.

A adoção de hábitos alimentares saudáveis deve ser estimulada desde a infância, privilegiando alimentos naturais, como frutas, legumes, verduras, cereais integrais e carnes magras. Atualmente, com o dia a dia corrido, as pessoas acabam optando por alimentos industrializados, como os congelados, enlatados e embutidos. Dessa forma há o aumento do consumo de sódio, gorduras e conservantes, o que acarreta o grande aumento de peso da população e a incidência de doenças crônicas não transmissíveis, por exemplo a diabetes, hipertensão, obesidade e Câncer.

Alguns benefícios que a alimentação pode lhe trazer:


  • Aumento da qualidade de vida: É preciso estar bem por inteiro conseguindo assim, equilibrar saúde, amigos, amor, família, dinheiro, profissão, o lado emocional, espiritual e atividade física.

  • Mais longevidade: A expectativa de vida do ser humano está sendo cada vez maior, devido aos avanços dos tratamentos. No entanto para ter mais longevidade precisamos ter uma qualidade de vida adequada.

  • Melhora da saúde: Para melhorarmos nossa saúde, precisamos nos alimentar melhor, preparar refeições que englobem todos os grupos alimentares e se possível variar bastante nas cores dos alimentos.

  • Mais beleza: Os nutrientes encontrados nos alimentos podem auxiliar na composição da nossa pele, cabelo, unhas. Então o cuidado com a alimentação significar auxiliar no cuidado de dentro para fora.

  • Mais energia: A falta de energia pode estar relacionada a falta de algum nutriente no nosso organismo. Então é sempre necessário manter o equilíbrio.

  • Prevenção de doenças: Por fim e não menos importante. Nossa alimentação está completamente relacionada a prevenção de doenças. A melhor forma de cuidar da nossa saúde é investir em alimentos nutritivos.

Aqui está uma lista de 20 alimentos nutritivos que auxiliam nosso organismo:


De todo modo, é importante optar por frutas vermelhas que sejam orgânicas ou tenham sido cultivadas com pouca quantidade de agrotóxicos. Nesse ponto, vale lembrar que existem lojas especializadas nesse tipo de alimento.

  1. Linhaça: Semente rica em ômega-3, que é um nutriente que facilita o funcionamento do corpo, além de aumentar a proteção cardíaca.

  2. Frutas vermelhas: Entre as mais conhecidas estão: amora, morango, cereja, framboesa, groselha, mirtilo, jabuticaba, cranberry, jabuticaba e açaí. Elas são alimentos ricos em nutrientes de alto valor, como ferro, cálcio, fósforo, magnésio, potássio etc.

  3. Vegetais verdes escuros: Como: espinafre, a rúcula, brócolis, couve, entre outros. Eles apresentam uma alta concentração de nutrientes, além de vitaminas, minerais e fibras. Essa combinação é importante para a saúde das células e dos olhos, além de reduzir as chances de doenças cardíacas e de diabetes.

  4. Azeite de oliva: Ele atua inibindo os radicais livres e é um verdadeiro aliado quando o assunto é combater doenças. Também combate a oxidação do LDL, sendo um dos alimentos nutritivos que ajudam o bom funcionamento do organismo.

  5. Oleaginosas: Castanhas, nozes e outros alimentos oleaginosos. Auxiliam o coração, a redução do colesterol, diminuído as chances de se ter diabetes. Por promoverem saciedade é uma ótima alternativa contra a obesidade.

  6. Feijão: Rico em fibras e ferro, o que ajuda no funcionamento do organismo. Para completar, ele ainda tem proteína, magnésio e zinco, que ajudam no controle das doenças cardíacas.

  7. Vegetais crucíferos: Como a couve-flor, a couve de Bruxelas, o agrião, o rabanete, o repolho e a mostarda são bons exemplos de vegetais crucíferos, ricos em vitaminas e minerais. Eles também ajudam na prevenção de várias doenças, inclusive do câncer.

  8. Suco de uva tinto: Auxilia na redução da pressão arterial e na diminuição de algumas doenças como arteriosclerose.

  9. Chia: Poderosa fonte de ácidos graxos e antioxidantes, uma colher de chá dessa sementinha todos os dias já é uma excelente maneira de colocar muitos minerais, vitaminas e até mesmo proteínas na alimentação, prevenindo problemas cardiovasculares e diabetes e auxiliando no tratamento de doenças crônicas.

  10. Gergelim: Podem ser consumidas in natura, na forma de óleo. Alimento rico em cálcio, magnésio, proteínas e lipídeos. Importante para prevenção da osteoporose.

  11. Quinoa: É rica em ômega-3 e é uma ótima fonte de nutrientes como vitaminas B e E, além de cálcio, fósforo e magnésio. Outro ponto forte de sua composição está na presença de proteínas, que é bastante alta nesse grão. Por isso, é uma boa opção para vegetarianos, para pessoas que querem prevenir doenças cardiovasculares. Pode ser colocada na salada ou também cozida fica maravilhosa.

  12. Batata-doce: Quando falamos sobre carboidratos complexos, ou seja, de boa qualidade e realmente eficientes para a nossa saúde, a batata-doce desponta como uma grande representante desse grupo. Uma de suas maiores vantagens está no baixo índice glicêmico, que ajuda no fornecimento gradual de energia e controla problemas como a diabetes. Além disso, é indispensável para o fortalecimento do sistema imunológico e, claro, para a prevenção de diversas doenças.

  13. Maçã: Ela conta com inúmeros nutrientes, além de uma boa quantidade de fibras, o que ajuda na absorção adequada dessas substâncias pelo organismo. Cheia de antioxidantes fundamentais para a prevenção do envelhecimento celular, a maçã também é uma poderosa aliada na redução do colesterol, na prevenção do câncer e no fortalecimento do sistema imunológico. Esse alimento contém ainda alto teor da fibra pectina, que tem o potencial de reduzir a taxa de glicose e os níveis de colesterol no sangue.

  14. Arroz integral: Ele é rico em vitaminas e minerais, além de ser uma importante fonte de fibras para o organismo. As fibras são parte fundamental da dieta, pois ajudam na absorção de nutrientes e no trânsito intestinal, melhorando a saúde do sistema digestório e contribuindo para o equilíbrio de todo o organismo.

  15. Limão: Rica em vitamina C que atua fortalecendo o sistema imunológico. Além disso, ele é uma grande fonte de antioxidantes e nutrientes como cálcio, magnésio, ferro, cobre e iodo — substâncias que ajudam a alcalinizar o sangue. O suco do limão é um ótimo meio para prevenir pedras nos rins e também para aliviar sintomas desagradáveis de indigestão, enjoos e constipação.

  16. Alho: O alho é um ótimo tempero que pode ser usado em diversas ocasiões. Suas propriedades medicinais e terapêuticas são conhecidas há tempos. Esse condimento contém diversas vitaminas (B1, B6 e C), além de nutrientes como manganês, selênio, cálcio, cobre, potássio, fósforo e ferro. Atuando como antibiótico natural, reforçando o sistema imunológico, fortalecendo o organismo e evitando infecções.

  17. Ovos: O ovo é um dos alimentos mais completos em substâncias nutritivas que fazem um bem enorme para a saúde. Contudo, seu uso deve ser moderado, pois apresenta um elevado teor de gorduras saturadas — em excesso, isso pode ser prejudicial ao organismo.

  18. Peixes: Ótima fonte de proteínas, iodo, fósforo, cálcio e vitaminas A, E e do complexo B. As espécies mais conhecidas nesse sentido são: arenque, sardinha, salmão, atum, bacalhau, linguado e pescadinha. Contudo, sua fama se deve principalmente pelo fato de ser rico em ômega-3, que é uma gordura do tipo poli-insaturada que combate diversas doenças cardíacas e o diabetes.

  19. Gengibre: Atua como um excelente bactericida e um ótimo desintoxicante, reforçando o sistema imunológico. Além disso, ele potencializa a ação do sistema respiratório, evitando bronquite, pneumonias e gripe. O gengibre também é uma verdadeira referência para tratar problemas digestivos e reduzir sintomas como azia, enjoo, gases, indigestão, náuseas, queimação, entre outros, além de ajudar na digestão de alimentos mais gordurosos.

  20. Aveia: Alimento que traz saciedade A aveia possui dois tipos de fibras: uma parte são fibras insolúveis e a outra fibras solúveis. Rica também em minerais como manganês e molibdênio, fósforo, magnésio, cobre, cromo e zinco. Possui ainda vitamina B1, biotina e uma proporção alta de proteínas quando comparada a outros alimentos de origem vegetal. Dessa forma ela auxilia retardando o esvaziamento gástrico e prolongando à saciedade. Sendo assim, o consumo de aveia é interessante para quem faz dieta. Auxilia na defesa do organismo, auxilia no funcionamento intestinal, previne doenças crônicas, faz bem para pele, auxilia no bem-estar.


Vanessa Cirilo

Nutricionista

R São Sebastião 867 - Juiz de Fora /MG  

Telefone: (32) 3512-3333

©2020 - Solus Oncologia - Todos os Direitos Redervados

Siga a Solus nas Redes Sociais!

  • White Facebook Icon