Descobri que tenho câncer, o que fazer?



O diagnóstico de câncer pode gerar diversos tipos de sentimentos como tristeza, apreensão, medo e não-aceitação. Por isso, é muito importante buscar apoio e manter-se informado.


A família, os amigos, os grupos de apoio, a religião, livros, filmes e bons profissionais poderão lhe ajudar neste momento vulnerável. A confiança na equipe de saúde é muito importante.


Ao receber o diagnóstico é comum que os pacientes e familiares se sintam perdidos e não saibam muito bem o que fazer ou perguntar ao médico. Se for o seu caso, elaboramos uma lista de perguntas para te deixar mais envolvido e seguro para tomar decisões.

  • Que tipo de tratamento será necessário?

  • Existem diferentes tipos de tratamento para o meu caso?

  • O tratamento será coberto pelo meu plano de saúde ou pelo SUS?

  • Que efeitos colaterais posso esperar do tratamento?

  • O que pode ser feito para lidar com esses efeitos colaterais?

  • Com que frequência e por quanto tempo necessitarei de tratamento e consultas?

  • Precisarei alterar minha rotina ou evitar alguma atividade?

  • Existe algum estudo clínico em andamento em que eu possa ser incluído?

  • Quais as perspectivas após o tratamento?

  • Posso fazer atividade física?

Você pode levar um caderno para que possa anotar suas dúvidas e perguntas.


Ter a companhia de um membro da família ou amigo à consulta médica também é fundamental.


Ouvir uma segunda opinião também é um direito seu.


Recomendações durante e após o tratamento:

  • Compareça a todas as consultas médicas;

  • Siga as orientações do médico para prevenir infecções;

  • Se alimente de forma saudável. Peça dicas de uma nutricionista.

  • Não fume – se for fumante, procure ajuda para deixar de fumar;

  • Faça exercícios regularmente. Converse com seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercício físico;

  • Descanse o suficiente;

  • Preste atenção em suas emoções. Um Psicólogo poderá lhe ajudar a lidar com os sentimentos de ansiedade, medo e angústia que poderão ser exacerbados diante do momento vulnerável em que está passando.

Aqui na Solus, oferecemos atendimento multiprofissional sempre disposto a ajudar você e sua família a passar por esse momento com cuidado, atenção e competência.


Fonte: ABRALE – Associação Brasileira de Leucemia e Linfoma


Adriana Paes – CRP 9093

Psicóloga e Mestre em Educação

R São Sebastião 867 - Juiz de Fora /MG  

Telefone: (32) 3512-3333

©2020 - Solus Oncologia - Todos os Direitos Redervados

Siga a Solus nas Redes Sociais!

  • White Facebook Icon